Como está a sua ergonomia durante o trabalho remoto?

Cuidados que vão além do conforto ao trabalhar de casa.

Olá! Chegamos com mais uma edição da newsletter “JÁ QUE É PRA FALAR”.

 Com o rápido avanço da pandemia Covid-19, inúmeras empresas se viram obrigadas a adotar o sistema de trabalho remoto para as equipes. 

Teve quem logo se adaptou ao modelo; quem já tinha seu espaço montado em casa; e também quem não tinha estrutura alguma e precisou improvisar um escritório em meio ao seu próprio lar - muitas vezes dividido com familiares e/ou amigos.

Segundo a Folha de SP, em um levantamento com 104 empresas de diferentes segmentos e portes que adotaram o teletrabalho, 36,5% ainda não traçaram uma estratégia, 33,7% afirmam que voltarão à rotina normal, mas sem data estabelecida, e 18,3% irão seguir com o trabalho remoto. O sistema híbrido também é uma opção para muitas empresas. O que podemos considerar é que o home office veio para ficar para muitos.  

Um levantamento do instituto Ipsos feito em 2019 mostrou que trabalhar de casa é a opção ideal para ao menos 49% dos brasileiros que já possuem empregos – e para 55% dos desempregados. A possibilidade de manter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal e evitar o engarrafamento são os principais fatores decisivos. 

Por outro lado, nem tudo são flores, e o segundo maior problema enfrentado no modelo de trabalho remoto, relatado pelos funcionários das empresas, é a falta de estrutura para a realização do trabalho. Afinal, passamos a maior parte do tempo sentados e em frente a computadores e smartphones. Com isso, o que muita gente tem deixado passar é o cuidado com a postura e ergonomia, hábitos esses que podem trazer prejuízos significativos a médio e longo prazos.

 Se você tem o costume de trabalhar direto da cama, sofá ou até mesmo do chão da sua casa, sem apoios e iluminação apropriados, separe uns minutinhos para ler este e-mail.

Descrição da imagem: Foto de um homem sentado em uma cadeira, com o corpo inclinado para frente sobre uma mesa de escritório, com um computador, cadernos e objetos na volta.

Mas afinal, o que é ergonomia e qual sua importância para a saúde?

Ergonomia é o conjunto de regras e procedimentos que visam os cuidados com a saúde do profissional, dentro e fora do seu ambiente de trabalho. Regulamentada pela NR 17, pode ser dividida em três áreas: ergonomia física, cognitiva e organizacional.

            O objetivo desse conjunto de regras é reduzir riscos, atuando nas condições dos espaços físicos da empresa e organização de processos corporativos, proporcionando conforto, bem-estar e segurança.

De acordo com um artigo da American Family Physician, distúrbios musculoesqueléticos são responsáveis por 33% de todas as doenças ocupacionais. Grande parte das condições que entram nessa categoria (como lombalgias e dores articulares) podem ser agravadas por uma ergonomia inadequada.

Por que se preocupar com a ergonomia no trabalho remoto?

         À medida que o ano de 2020 foi passando, começamos a ouvir preocupações sobre o esgotamento dos funcionários e novas lutas com saúde mental e equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Muito em função da estrutura de trabalho, muitas horas em frente ao computador e celulares e sem tomar os devidos cuidados necessários para a saúde.  

     O Relatório da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (EU-OSHA), intitulado “Foresight on new and emerging occupational safety and health risks associated with digitalisation by 2025“, ressalta que entre as políticas propostas para o uso intensivo do Home Office está a necessidade de desenvolver e estabelecer ações para uma Ergonomia do Teletrabalho ou Home Office.   

       E o que cabe aos gestores?  As empresas devem ter atenção no que diz respeito à educação e conscientização sobre a ergonomia no trabalho, principalmente no home office. Ações voltadas para o Home Office são importantes, uma vez que as residências ou os locais públicos comumente não são adequados para executar atividades do trabalho. 

A NR-17 é obrigatória para todas as empresas, independente do seu tamanho e número de funcionários. 

Quais ações de ergonomia adotar?

                       (Ilustração | Reprodução: Pinterest)

  • Cuide da sua postura ao sentar. Mantenha as costas eretas e com total apoio no encosto. Se sua cadeira possui profundidade para além da sua estatura, use uma almofada, um travesseiro;

  • Deixe seu pés retos, com a planta toda em contato com o chão - usar uma caixinha ou qualquer objeto para apoio pode ajudar;

  • Mantenha os cotovelos alinhados com o pulso: Se a sua cadeira não tiver ajuste de altura, tente ficar o mais próximo da mesa - para não ficar com os braços pendurados;

  • Dê importância à altura dos móveis e aparelhos: Mantenha o monitor em frente ao seu rosto com uma distância de no mínimo 50 cm. Caso faça uso de notebook, é importante utilizar suporte, teclado e mouse; 

  • Utilize o computador em um ambiente iluminado e cuide para que a iluminação não fique em direção aos seus olhos, causando fadiga visual e dores de cabeça; 

  • Estabeleça o hábito de fazer uma pausa, pelo menos, a cada 2 horas. Levante-se, beba uma água, um café, caminhe pela casa, faça alongamentos. Seu corpo pede. Ficar horas na mesma posição faz mal para a circulação sanguínea e para a musculatura.

A Ergonomia na Inclusão de Pessoas com Deficiência no ambiente home office.

“ Estamos observando uma crescente em vagas para pessoas com deficiência no sistema home office por vários de nossos clientes, então é fundamental que além de um Onboarding inclusivo também tenhamos um olhar para a adaptação e/ou adequação desse espaço de trabalho.  Essa prática é uma ação importante de diversidade,compreender e fornecer os instrumentos adequados para execução laboral plena.” relata Márcia Gonçalves nossa Gestora de Projetos Sociais.

A Ergonomia portanto é um recorte da acessibilidade física, comunicacional e metodológica, e precisa ser compreendida em todos esses prismas, não basta fornecer o kit cadeira, mesa, computador sem entender de fato o que a PESSOA demanda , o que ela precisa.”

“Observamos nas atividades home office que muitas vezes por medo de não exigir coisas já no início, nos primeiros dias de trabalho muitas pessoas com deficiência descrevem que sua ergonomia está ok. Mas, com o passar dos meses, é comum em acompanhamentos com escuta ativa o relato de que seria melhor se tivesse o teclado em letras maiores, se a mesa tivesse uma altura x, se...se… se…… O tal se é a ergonomia, a acessibilidade, por isso ter um profissional avaliando essas questões é fundamental”. relata Alessandro Fagundes Técnico de Segurança da Consultoria Desenvolver Inclusão e Diversidade.

Vale lembrar que muitas pessoas com e sem deficiência estão se adaptando a essa metodologia home office ou híbrida. Por isso, desde fevereiro estamos com o projeto Desenvolver para Incluir na qualificação online e emocional. O projeto conta com 3 consultores, aulas online todos os dias e com um conteúdo que abrange trilhas de desenvolvimento humano, de dados e de atividades rotineiras no recorte home.

Se quiser saber mais sobre o Projeto Desenvolver para Incluir ou as avaliações de postos de trabalho home offfice, nos contate: desenvolver-rs@desenvolver-rs.com.br


Para ler: 

Falamos sobre ESG na edição passada e sua importância  mais do que nunca. Não viu? Corre aqui

  • ESG também é para pequenas e médias empresas, HSM Management:

https://www.revistahsm.com.br/post/esg-tambem-e-para-pequenas-e-medias-empresas

  • Os cientistas já avisaram que as mudanças climáticas já são inevitáveis e irreversíveis.

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2021/08/09/relatorio-ipcc-agosto-2021.htm

  • Estudante cria papel feito de folhas secas: nenhuma árvore precisa ser derrubada

https://www.vix.com/pt/ciencia/594706/cientistas-criam-madeira-transparente-podera-substituir-vidro-e-revolucionar-casas?utm_source=next_article

É bom ficar de olho: Uma pesquisa da Gartner indicou que para os gestores de diversidade, definir objetivos e analisar as métricas de inclusão no ambiente de trabalho está entre as duas principais prioridades para 2021. 

Gostou do conteúdo? A ideia de nossa newsletter mensal é trazer as mais diversas fontes sobre temas que são parte do dia a dia nas empresas e no mundo.

 Se você quiser mandar alguma dica ou comentário, vamos ficar muito contentes.

E se você acha que outra pessoa pode se interessar pela nossa newsletter, é só clicar no botão abaixo para compartilhar direto com ela:

Share